Folha do Comércio

Destaques:
Você está aqui: Vale do Aço Timóteo

Timóteo

Dia das Crianças: comerciantes voltam a investir em promoções

- Empresários aproveitarão o movimento a mais nas lojas para já lançar os produtos que serão vendidos no Natal -

TIMÓTEO – A aposta dos comerciantes do Vale do Aço para este Dia das Crianças é em promoções e liquidações. De acordo com uma pesquisa realizada pelo Sindcomércio Vale do Aço, mais uma vez essa foi a principal medida adotada pelos empresários para incrementar as vendas nas duas primeiras semanas de outubro. Atendimento diferenciado, propaganda e mais opções nas formas de pagamento foram outros investimentos feitos pelos lojistas, que aproveitarão o movimento a mais em razão do Dia das Crianças para já fazer o lançamento dos produtos que serão vendidos no Natal.

Para que os consumidores tenham mais tempo para ir às compras, as lojas de Ipatinga, Coronel Fabriciano e Timóteo poderão funcionar até mais tarde nas vésperas da data, terça (10) e quarta-feira (11), das 9h às 20h.

“Lojas de brinquedos, jogos, roupas, calçados, artigos esportivos e outras voltadas ao público infantil tendem a estar mais movimentadas, mas é bom lembrar que quem vai às ruas são os pais, que também estarão propensos a consumir. Então o empresário deve estar atento para aproveitar este ambiente de negócios e realizar boas vendas”, aconselha o presidente do Sindcomércio (Sindicato do Comércio Varejista e Atacadista de Bens e Serviços do Vale do Aço), José Maria Facundes.

Pesquisa

Ainda segundo a pesquisa realizada pelo Sindcomércio, 57,5% dos lojistas entrevistados acreditam em vendas melhores em 2017 com relação ao mesmo período do ano passado. Já 21,3% dos entrevistados creem que serão iguais. Conforme os empresários, o valor afetivo da data e as ações promocionais irão garantir boas vendas.

Para 82,7% dos empresários visitados pelo Sindcomércio, os consumidores deverão optar por pagar suas compras com o cartão de crédito parcelado. “Isso reforça a retomada da confiança das pessoas que, ao dividir o pagamento, acreditam na estabilidade e no crescimento econômico que estão por vir”, observa Facundes.

Sobre o gasto médio esperado por consumidor, o valor deve variar entre R$ 50 e R$ 100.

A pesquisa realizada pelo Sindcomércio contou com o apoio da área de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).



Exposição (In)Fusão mistura técnicas, materiais e texturas no centro cultural da Fundação Aperam Acesita

A Exposição (In)Fusão é a nova atração da Fundação Aperam Acesita, que reúne obras de mãe e filha – Iêda Klein e Isa Klein. Isa assina as esculturas em inox e origami, enquanto Iêda, mosaicos bordados, produzidos em conjunto com suas  43 alunas.

A mostra fica em cartaz até o dia 30 de novembro exibindo mais de 90 obras.

Advogada por formação e origamista autoditada, Isa Klein vem representando o Brasil em importantes eventos mundiais, como no Mennorode, promovido neste ano na Holanda; na 20ª Convenção Internacional – Santiago de Compostela, na Espanha, e na 3º Convenção de Origami de Nuevo Leon, no México. A paixão de Isa Klein pelos origamis nasceu em 2006. Mas, a partir deste ano, segundo conta, a artista despertou um novo olhar para o inox, graças à sua participação no curso Artesanato em Aço Inoxidável realizado pelo Instituto do Inox. “É com grande alegria que participamos deste evento da Fundação, um importante espaço das artes, e que está sempre de braços abertos para receber e valorizar o nosso trabalho”, disse Isa. Para ela, o brilho das chapas e a longevidade do inox fazem um contraponto interessante com a delicadeza do papel e o seu caráter efêmero.”

Iêda Klein trabalha com educação artística e artesanato desde 1991. Seus trabalhos em cartaz na Fundação são releituras do trabalho do mosaicista paulista Nico Ferreira, que participou da abertura da mostra. Conforme destacou o artista, ele se sentiu honrado por ser homenageado com um trabalho que ele acompanhou. “Mesmo à distância, vim seguindo o processo criativo de Iêda e de suas alunas. Eu me sinto lisonjeado por ter inspirado esse trabalho. Apesar da minha arte ter sido fonte de inspiração das obras, percebo que as peças são originais, revelam um pouco de cada artista que participou de sua criação”.

Serviço

A exposição (In) Fusão fica em cartaz no centro cultural da Fundação Acesita até o dia 30 de novembro, de segunda a sexta-feira, de 8h30 às 12h e de 14h às 17h. A entrada é gratuita.

I Simpósio sobre Aprendizagem Ativa discute novo método de ensino

Medidas para ampliar e facilitar o acesso do aluno à educação de qualidade estiveram em discussão no I Simpósio de Aprendizagem Ativa, realizado pela Fundação Aperam Acesita e Faculdade Única em parceria com a Superintendência Regional de Ensino de Coronel Fabriciano. O objetivo do encontro foi apresentar aos gestores das escolas de Timóteo, Antônio Dias, Jaguaraçu e Marlieria o Peer Instruction, novo método de ensino que busca dar mais agilidade à assimilação dos conteúdos.

O Peer Instruction é um conjunto de práticas pedagógicas diferentes das técnicas clássicas destinadas ao aluno como um “receptor” passivo de informações. A nova metodologia motiva o aluno a se engajar de maneira ativa na aquisição do conhecimento.

Dentre as atividades a serem desenvolvidas, segundo propõe o Peer Instruction, são aulas interativas, teóricas e práticas; exercícios de escrita e exposição do que está sendo estudado; tarefas focadas na tentativa\erro; observação, além de outras ações que desenvolva no aluno habilidades para argumentar, julgar as informações e explicar o conteúdo no momento de sua assimilação.

O evento reuniu representantes 08 escolas do Ensino Médio que vêm trabalhando em conjunto para aperfeiçoar o curso preparatório destinado aos alunos do 3º ano que vão fazer as provas do Exame Nacional do Ensino Médio - Enem em novembro.

Segundo a diretora acadêmica da faculdade Única de Timóteo, Eliane Neves, a metodologia preza o desenvolvimento das competências e habilidades dos jovens com foco nas demandas do mercado de trabalho. “Autonomia e habilidades para atividades em equipe são fundamentais para quem está se preparando para esse mercado cada vez mais competitivo”, destaca.

Ainda segundo Eliane, o novo método facilita a assimilação de saberes que tem sido desafiadora devido ao grande volume de informações difundidas nos meios informáticos.

Alinhado com o que disse a educadora, a coordenadora de projetos da Fundação Aperam Acesita, Flávia Soares enfatizou que a eficácia do novo modelo de ensino está associada ao fato de ele mesclar os métodos tradicionais com recursos modernos. “A aprendizagem via online acontece por meio de uma linguagem contemporânea e familiar aos alunos, com a qual se identificam. Ao mesmo tempo, o método não despreza os clássicos encontros presenciais, importantes na socialização das informações e êxito na aprendizagem. O casamento dessas duas formas de ensino dá personalidade às aulas e desperta mais interesse dos alunos pelos conteúdos”, destaca a coordenadora.

Peer Instruction

Peer instruction (em português: Instrução entre pares) é um método de ensino interativo, baseado em evidências, popularizado no início da década de 1990 por Eric Mazur, professor da Universidade Harvard. Originalmente usado em diversas escolas, incluindo disciplinas introdutórias de física na Universidade Harvard, o Peer instruction é  uma abordagem centrada no estudante, buscando reorganizar as aulas tradicionais, facilitando a assimilação dos conteúdos pelos alunos. A eficácia da aprendizagem já foi comprovada por pesquisas realizadas em vários países nas últimas décadas.

 

Cantor e compositor Caboclo fecha programação cultural do mês de setembro no teatro da Fundação Aperam Acesita

O teatro da Fundação Aperam Acesita encerra mais uma agenda mensal de atrações para o público do Vale do Aço. Desta vez, quem irá fechar o mês será o cantor e compositor mineiro Caboclo, que estará lançando o seu primeiro CD como cantautor, às 20h nesta sexta-feira,29,. Batizado de Okê, que em Tupi significa portal, e em Iorubá significa montanha, o álbum reúne elementos indígenas, africanos e lusitanos, e pode ser traduzido como uma mistura de ancestralidades, numa invenção chamada Brasil. Ao todo, serão interpretadas 17 músicas no show que contará com a participação do mestre Sérgio Pererê, co-autor da obra.

Nascido em Timóteo,  Caboclo traz vários projetos em seu currículo. Além de carreira solo, o cantor já integrou os grupos Candeeiro Encantado, que foi vencedor do festival Roda Viva em 2009, e Calango Trio, além de participar uma turnê européia com o grupo Everton Coroné Trio.

A trajetória de Caboclo  é marcada por influências da capoeira, do forró e de outros ritmos que são o retrato da diversidade da cultura popular brasileira. Ainda na infância, o artista recorda que teve seu primeiro contato com a música por meio da capoeira, onde atabaques, pandeiros e berimbau já despertava sua vocação para a música. Aos 14 anos, Caboclo ganhou seu primeiro violão e teve como mestre Rubinho do Bandolim.

SERVIÇO

O espetáculo tem a classificação livre e os ingressos estão à venda na bilheteria do teatro a R$20 antecipados e meia entrada, e R$40 no dia/inteira. A Fundação Aperam Acesita fica na Alameda Trinta e Um de Outubro, 500, Centro de Timóteo.

Educação ambiental e cultural além da sala de aula

O Centro de Educação Ambiental da Aperam - Oikós, segue recebendo escolas para visitas monitoradas a equipamentos alternativos ambientais e caminhadas(FOTO) pelas trilhas interpretativas. A iniciativa tem como objetivo apresentar esses espaços aos alunos e motivá-los para que sejam multiplicadores de ações sustentáveis em sua escola, bairro, cidade.

Durante o passeio, os alunos aprendem sobre as diversas atividades desenvolvidas em todo o Centro de Educação Ambiental, como no minhocário e no viveiro de mudas. Também são apresentados aos visitantes a maquete da bacia hidrográfica, o insectário e o meliponário. A programação educativa é encerrada com a trilha interpretativa, uma pequena e importante amostra dos quase mil hectares remanescentes da mata atlântica que compõe o cenário.

Além desses atrativos, o próprio professor que acompanha sua turma, pode utilizar o espaço para mostrar aos alunos, na prática e de forma lúdica e dinâmica, o que foi aprendido em sala de aula.

Em mais de duas décadas de existência, o Oikós ultrapasou a marca de 56 mil estudantes atendidos. Para o aluno da Escola Estadual Getúlio Vargas, Matheus Felipe, de apenas oito anos, que participou do projeto, a visita foi encantadora e prazerosa. « É a segunda vez que venho ao Oikós, um lugar onde aprendo e me divirto muito », destacou.

Centro Cultural

O Centro Cultural da Fundação Aperam Acesita também está de portas abertas para receber escolas que desejarem visitar as exposições em cartaz na galeria e o Museu Aperam South America. Com objetivo de  ampliar o horizonte dos estudantes por meio da história, o segundo andar da antiga Casa de Hóspedes divide seu espaço entre painéis e objetos que ajudam a contar a trajetória da Aperam South America e, ao mesmo tempo, retrata a história do desenvolvimento da nossa cidade, as primeiras construções e urbanizações a partir da instalação da indústria.

No primeiro andar, o espaço cultural mantém uma programação diversificada com exposições, lançamentos de livros e espetáculos.

Para a professora de língua portuguesa, Josiane Viana, da Escola Estadual Antônio Silva, a visita é uma oportunidade de incrementar o repertório cultural dos alunos. “Essa visita é muito importante para mostrar aos nossos alunos um pouco da história da nossa cidade, além de despertar o seu interesse pela cultura. A partir dessas vistitas, desenvolvemos atividades como produção de texto e debates sobre  a história, a geografia, a cultura da região. Esse diálogo multidisciplinar dentro de sala de aula é sempre muito positivo”.

SERVIÇO

As escolas que se interessarem em agendar uma visita monitorada ao Oikós podem ligar no telefone 3849.1101, de segunda a sexta-feira, de 8h às 12h e 13h30 às 17h, ou pelo e-mail Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. .

As escolas interessadas em agendar uma visita ao Centro Cultural da Fundação Aperam Acesita podem ligar no telefone 3849.7744, de segunda a sexta-feira, de 8h30 às 12h e 13h30 às 17h.

 

 

Página 1 de 4