Folha do Comércio

Você está aqui: Vale do Aço Outras Cidades

Outras Cidades

CBHs do Rio Doce investirão 27 milhões em saneamento

- Serão elaborados projetos de esgotamento sanitário e abastecimento de água para municípios da bacia. Prazo final para manifestação de interesse é 22 de setembro -

As administrações municipais das 228 cidades que compõem a Bacia Hidrográfica do Rio Doce terão até o dia 22 de setembro para manifestar interesse na participação de ações, com foco na melhoria dos serviços de saneamento, desenvolvidas pelos Comitês da bacia. Ao todo, cerca de R$ 27 milhões serão investidos na elaboração de projetos de Sistemas de Abastecimento de Água (SAAs) e Sistemas de Esgotamento Sanitário (SESs), por meio dos programas de Saneamento da Bacia (P11) e de Universalização do Saneamento (P41). As atividades são desenvolvidas com o recurso da cobrança pelo uso da água, recolhido pelos Comitês da Bacia do Rio Doce.

Os municípios terão até o dia 22 de setembro para enviar propostas, que serão avaliadas conforme critérios de hierarquização e desempate, previstos no edital de chamamento. Entre as exigências estão a comprovação de regularidade da outorga e do pagamento pelo uso da água. As demandas poderão ser de qualquer natureza, desde que sejam referentes aos sistemas municipais de abastecimento de água e aos sistemas municipais de esgotamento sanitário, localizados nas sedes ou núcleos populacionais urbanos. Será possível inscrever um projeto em cada modalidade (água e esgoto).

Confira aqui o edital

Saneamento em foco

O lançamento de efluentes sem tratamento nos cursos d’água da Bacia Hidrográfica do Rio Doce foi apontado, no Plano Integrado de Recursos Hídricos – estudo que identifica, entre outras questões, a situação ambiental da porção hidrográfica -, como um dos principais entraves à recuperação dos mananciais. Por isso, entre outras ações com foco ambiental, foram priorizadas atividades voltadas à promoção da melhoria dos serviços de saneamento básico. Cerca de R$ 22 milhões foram investidos na contratação de empresas especializadas na elaboração de 165 Planos Municipais de Saneamento Básico – documento exigido por lei, que, através de um diagnóstico da situação dos municípios em relação ao abastecimento de água, tratamento de esgoto, resíduos sólidos e drenagem urbana, prevê ações para, em um horizonte de vinte anos, promover a universalização dos serviços. Também serão alocados recursos para ações de melhoria da situação do saneamento nas áreas rurais, que serão trabalhadas de forma integrada com atividades de recuperação de nascentes e APPs e diminuição da geração de sedimentos.

Instituto Cenibra recebe Moção em Guanhães

Na próxima segunda-feira, 4, às 19 horas, na Câmara Municipal de Vereadores de Guanhães, a Cenibra e seu Instituto serão agraciados com a Moção de Aplausos.  Na ocasião, receberão moção o Diretor-Presidente, Naohiro Doi, o Coordenador de Silvicultura, Luiz Sérgio Pereira Curti, a Coordenadora de Comunicação Corporativa e Relações Institucionais, Leida H Horst Gomes e o Analista de Relações Institucionais, Cristiano Augusto Lopes. A iniciativa é um reconhecimento do poder público da integração da empresa com a comunidade.

Em Guanhães, a Cenibra maneja uma área de 11.289,48 hectares, dos quais 5.339 são de cultivo de eucalipto e o restante de área de preservação ambiental. De forma contínua, a empresa busca a melhoria dos processos operacionais para garantir a sustentabilidade e bom relacionamento com a comunidade e o meio ambiente.

A Cenibra oferece permanentemente recursos técnicos, materiais e humanos para as Prefeituras dos municípios de atuação, contribuindo diretamente para os processos econômicos regionais. Além disso, para apoiar os negócios em suas iniciativas sociais, contribuindo para a gestão, avaliação de impactos e implantação de projetos sociais e culturais, a Empresa conta com o Instituto Cenibra, que é responsável pelo direcionamento da atuação social e pela qualificação do investimento social da Empresa. O Instituto atua amparado na dispersão geográfica da base territorial, o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), a vocação econômica e a identidade cultural.

Em Guanhães, onde a empresa possui um escritório regional, a Cenibra contribui com patrocínio a eventos, realização do Projeto Ação e Cidadania, Projeto Conselho Eficaz, doações de computadores para promoção da inclusão digital, doação de madeira, hora máquina e materiais para ajudar na manutenção da infraestrutura pública, além de apoiar o Projeto Vencer, que promove a prática do jiu-jitsu em Guanhães e Região.

Literatura e História

Começaram neste mês de agosto as atividades do Projeto Contos Locais; projeto que contemplará estudantes de Guanhães, Virginópolis e Divinolândia de Minas. Em seu segundo ano de realização, a iniciativa incentivará adolescentes à leitura e contação de histórias, entrevistas e redação de contos a partir do registro da memória cultural local, ressaltando costumes e personagens do interior de Minas Gerais.

"O Projeto é uma realização da MC Produção Ltda, viabilizado pelo Ministério da Cultura, por meio da Lei Federal de Incentivo à cultura - Lei Rouanet (Lei nº 8.313 de 23 de dezembro de 1991). A primeira etapa do Projeto consistiu em uma visita às cidades escolhidas para apresentar a proposta, cronograma e metodologia de trabalho que contará com o apoio das Prefeituras Municipais e Superintendência Regional de Ensino", declara  Éderson Caldas, proponente do projeto e produtor executivo.

Dentre as próximas etapas do Projeto estão definição de escolas e estudantes participantes; Oficina de contação de histórias com Bia Bedran, no dia 20/9 em Guanhães; Seleção das histórias e produção de contos; apresentação dos livros com os contos produzidos.

O escopo de trabalho proposto consiste em produzir livros de contos com histórias de comunidades, a partir da pesquisa com moradores, realizada por adolescentes e professores dos municípios de Guanhães, Virginópolis e Divinolândia de Minas no interior de Minas Gerais. Com isso, busca-se promover o resgate da memória oral, linguagem e história, incentivando a leitura, valorizando, recuperando e registrando os costumes, tradições e personagens locais. Para a produção destes livros, será realizado um trabalho conjunto com professores das escolas públicas, que estimularão seus alunos à pesquisa por meio de atividades em sala de aula. Posteriormente os alunos farão pesquisas com moradores na busca de histórias, que serão transformadas em contos e reunidas em três livros. Os livros serão distribuídos gratuitamente gerando o resgate, registro e preservação da história local.

A produção executiva é de Éderson Caldas, Coordenação Geral e Produção de Texto, Cristiano Augusto Lopes, Coordenação Pedagógica e Assistente de Produção, Janaína Dantas Barbosa Lopes, Assessoria de Comunicação, Rudson Vieira, elaboração de Prestação de Contas: Marilda Lyra e Contador: Adilson Mariano. Apoio: Instituto Cenibra, Prefeitura de Guanhães, Prefeitura de Virginópolis, Prefeitura de Divinolândia de Minas, Superintendência Regional de Educação. “O Investimento Social Corporativo da CENIBRA prioriza boas ideias. Ideias que transformam a paisagem regional de forma a valorizar a cultura das comunidades em um processo de autorreconhecimento e evolução”, avalia Leida Hermsdorff Horst Gomes, Coordenadora de Comunicação Corporativa e Relações Institucionais da CENIBRA, patrocinadora do Projeto.

Em 2016, o Projeto Contos Locais contemplou as cidades de Açucena, Belo Oriente e Santa Bárbara.

 

Vagão Cultural apresenta Parque Botânico e Reserva Natural Vale no Trem de Passageiros

Já imaginou poder conhecer um parque e uma reserva ambiental enquanto viaja de trem? Os passageiros da Estrada de Ferro Vitória a Minas poderão ter essa experiência nesta quarta e quinta-feira, dias 30 e 31. O Vagão Cultural apresentará o Parque Botânico e a Reserva Natural Vale, espaços de preservação ambiental mantidos pela Vale em Vitória e Linhares (ES), respectivamente.

O vagão especial viaja até Belo Horizonte nesta quarta e da capital mineira até Cariacica na quinta, oferecendo atividades relacionadas ao tema sustentabilidade conduzidas pelas próprias equipes dos ativos, como dinâmicas, oficinas e jogos, além de uma exposição de fotos da biodiversidade e das atrações encontradas em cada local.

Reserva Natural Vale

Localizada em Linhares, norte do Espírito Santo a Reserva Natural Vale tem 23 mil hectares de extensão e conta com uma das maiores áreas protegidas de Mata Atlântica do país. Pela sua importância nas atividades de conservação, pesquisa e uso sustentável dos recursos florestais, a RNV recebeu da Unesco o título de Posto Avançado da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica.

A Reserva é aberta ao público todos os dias, das 8h30 às 16h, oferecendo caminhadas em trilhas ecológicas e um Centro de Exposições sobre a Mata Atlântica, além atividades diversas como dinâmicas e oficinas com foco em sustentabilidade. O local conta ainda com estrutura completa para a realização de visitas, eventos, treinamentos e cursos, hotel e restaurante.

Parque Botânico Vale

Com 33 hectares de área verde, o Parque Botânico Vale está localizado no cinturão verde do Complexo de Tubarão, em Vitória. Além da possibilidade de ter uma interação diferenciada com a natureza, no Parque Botânico Vale o visitante pode ainda frequentar o parquinho e fazer trilhas ecológicas pela área de restauração florestal - que já possui mais de 140 tipos de espécies arbóreas de Mata Atlântica e alguns animais silvestres.

O Parque Botânico Vale possui ainda muitos projetos especiais: atividades de promoção a saúde, Programa de Educação Ambiental, Seminário de Educação, programações culturais e de lazer, Coral Infantil.

 

Instituto promove Jiu Jitsu em Guanhães e região

A Associação Team Alexandre Xuxa apresentou para o Instituto Cenibra um relatório de resultados do Projeto Vencer; iniciativa de promoção do treinamento e da prática de Jiu Jitsu em Guanhães e Região. A iniciativa prevê o atendimento gratuito a 250 jovens, com aulas teórico/práticas, uniformes e demais equipamentos, bem como a participação em eventos esportivos e inclusão social por meio do esporte.

A reflexão proporcionada pela prática esportiva interfere não apenas em como a pessoa controla seu corpo, mas essencialmente como concebe sua vida e nutre seus sonhos. Assim, o Projeto ajuda os participantes a Vencerem os desafios do cotidiano de forma a mudar os rumos na direção de um futuro melhor. Os resultados podem ser verificados não apenas do desempenho dos alunos, mas na respectiva mudança de conduta social, relacionamento familiar e visão de futuro.

O Instituto Cenibra firmou em 2016 parceria com a Associação Team Alexandre Xuxa, de Guanhães para realização do Projeto Vencer. Além do apoio do Instituto CENIBRA, o Projeto conta com a parceria das Prefeituras de Guanhães, Materlândia, Senhora do Porto e Sabinópolis.

 

Página 2 de 5