Folha do Comércio

Você está aqui: Vale do Aço Ipatinga

Ipatinga

Ferramentas identificam para onde vai o dinheiro que deveria estar dentro das empresas

Postado em 22-02-18 às 21h26

Manter-se atualizado quanto a uma gestão metodológica e sistêmica de todo ambiente empresarial tornou-se fundamental para a sustentabilidade dos negócios, e, buscando capacitar os empresários e colaboradores do setor metalomecânico, o Sindicato Intermunicipal das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico do Vale do Aço, Sindimiva, promoveu na manhã desta quarta-feira, 21, o mini workshop “Gestão de Custos e Precificação”.

Voltado para profissionais das áreas de gestão financeira, compras, logística e produção, a capacitação teve como foco principal a utilização eficiente dos recursos disponibilizados dentro dos processos industriais, comerciais ou de serviços, abordando as estratégias de precificação, planejamento, orçamento, metas, dentre outros temas, com atividades e exercícios práticos.

De acordo com o palestrante Raimundo Lucas, administrador de empresas e especialista em gestão de custos e de controladoria, o principal gargalo das indústrias, hoje, são os gestores, que estão no meio da pirâmide, estrategicamente. “Pessoas que têm o pensamento totalmente operacional, que acabam comprometendo o desenvolvimento e continuidade da empresa”, disse. Como solução para este gargalo, o especialista citou que existem centenas de ferramentas para auxiliar os gestores, apresentando três delas aos participantes.

Mayra Carvalho, da empresa Ramac, participou da capacitação e observou que, além das ferramentas que a empresa desconhecia, existem novidades a serem acrescentadas àquelas que já estão sendo utilizadas na empresa. “Notamos que algumas ferramentas apresentadas são mais completas e podem aprimorar nosso processo. Conhecemos, também, outras, como a de precificação, por exemplo, que pode ser um facilitador desta área, com informações mais precisas e de fácil utilização”, disse.

O mini workshop foi uma parceria do Sindimiva com a Price Núcleo de Negócios. Para mais informações sobre a capacitação, entre em contato pelo telefone 3824-2710, no Sindimiva.

 

Empresários apostam em fortalecimento da indústria em Ipatinga

Postado em 22-02-18 as 09h12

Com a divulgação recente de dados do mundo da indústria, especificamente sobre a siderurgia no Brasil, a Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e de Prestação de Serviços de Ipatinga (Aciapi) e Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Ipatinga acreditam que 2018 pode ser o ano de um novo capítulo na economia da cidade e região.

De acordo com o levantamento divulgado na terça-feira (20) pelo Instituto Aço Brasil (IABr), a produção brasileira de aço bruto totalizou 2,9 milhões de toneladas em janeiro deste ano, com expansão de 1,3% em relação a igual mês de 2017. Somente o estado de Minas Gerais foi responsável por 909 mil toneladas de aços produzidos. Já a produção de laminados no Brasil somou 1,9 milhão de toneladas, aumento de 6,3% comparativamente ao mesmo período do ano passado.

As vendas dos produtos siderúrgicos, nos mercados doméstico e internacional, também tiveram índices positivos em janeiro. As vendas no mercado doméstico tiveram incremento de 14,2% sobre janeiro de 2017. As exportações siderúrgicas brasileiras atingiram 1,4 milhão de toneladas e valor de US$ 795 milhões em janeiro de 2018, revelando ampliação de 6,9% em volume e de 41,2% em valor, na comparação com o mesmo mês do ano passado.

O presidente da Aciapi, Cláudio Zambaldi, destaca o papel fundamental da Usiminas neste processo de retomada de melhora econômica. “A ‘empresa-mãe’ de Ipatinga apresentou na semana passada o balanço do último trimestre de 2017, período em que obteve significativos progressos na produção de aços brutos e laminados. O acréscimo da produção foi de 22,3% em relação aos mesmos meses de 2016. A Aciapi parabeniza os líderes da Usiminas, na pessoa do presidente Sérgio Leite, bem como toda a equipe que se esforça para colocar a empresa nos trilhos do crescimento”, pontua Cláudio.

Para o presidente da CDL de Ipatinga, José Carlos de Alvarenga, além da perspectiva promissora no mercado siderúrgico mundial, a assinatura do acordo de paz entre os acionistas majoritários geram conforto para a população de Ipatinga. “Com o fim dos imbróglios jurídicos entre os sócios da Usiminas, a confiança da classe empresarial e da população aumenta. Os resultados positivos e a união dentro da siderúrgica incentiva os investimentos no ramo industrial e em todos os outros setores da nossa economia”, avalia José Carlos.Empresários apostam em fortalecimento da indústria em Ipatinga

Com a divulgação recente de dados do mundo da indústria, especificamente sobre a siderurgia no Brasil, a Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e de Prestação de Serviços de Ipatinga (Aciapi) e Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Ipatinga acreditam que 2018 pode ser o ano de um novo capítulo na economia da cidade e região.

De acordo com o levantamento divulgado na terça-feira (20) pelo Instituto Aço Brasil (IABr), a produção brasileira de aço bruto totalizou 2,9 milhões de toneladas em janeiro deste ano, com expansão de 1,3% em relação a igual mês de 2017. Somente o estado de Minas Gerais foi responsável por 909 mil toneladas de aços produzidos. Já a produção de laminados no Brasil somou 1,9 milhão de toneladas, aumento de 6,3% comparativamente ao mesmo período do ano passado.

As vendas dos produtos siderúrgicos, nos mercados doméstico e internacional, também tiveram índices positivos em janeiro. As vendas no mercado doméstico tiveram incremento de 14,2% sobre janeiro de 2017. As exportações siderúrgicas brasileiras atingiram 1,4 milhão de toneladas e valor de US$ 795 milhões em janeiro de 2018, revelando ampliação de 6,9% em volume e de 41,2% em valor, na comparação com o mesmo mês do ano passado.

O presidente da Aciapi, Cláudio Zambaldi, destaca o papel fundamental da Usiminas neste processo de retomada de melhora econômica. “A ‘empresa-mãe’ de Ipatinga apresentou na semana passada o balanço do último trimestre de 2017, período em que obteve significativos progressos na produção de aços brutos e laminados. O acréscimo da produção foi de 22,3% em relação aos mesmos meses de 2016. A Aciapi parabeniza os líderes da Usiminas, na pessoa do presidente Sérgio Leite, bem como toda a equipe que se esforça para colocar a empresa nos trilhos do crescimento”, pontua Cláudio.

Para o presidente da CDL de Ipatinga, José Carlos de Alvarenga, além da perspectiva promissora no mercado siderúrgico mundial, a assinatura do acordo de paz entre os acionistas majoritários geram conforto para a população de Ipatinga. “Com o fim dos imbróglios jurídicos entre os sócios da Usiminas, a confiança da classe empresarial e da população aumenta. Os resultados positivos e a união dentro da siderúrgica incentiva os investimentos no ramo industrial e em todos os outros setores da nossa economia”, avalia José Carlos.

Usiminas apresenta suas ações sustentáveis em seminário internacional em Ipatinga

 

 

A Usiminas, atenta ao tema Água e Sustentabilidade, esteve presente no “Seminário Internacional Compartilhando Águas: do local ao global”, que encerrou na quarta-feira,21, em Ipatinga. O gerente de Meio Ambiente, Pedro Luis Ribeiro abordou o tema “Visões Estratégicas sobre Água e Desenvolvimento Sustentável” e apresentou aos participantes as ações socioambientais que contribuem para a preservação da água e a evolução dos indicadores de uso da água da Usina de Ipatinga, que no período de 2002 a 2017 reduziu em 45% a captação no Rio Piracicaba, isto em decorrência ao aprimoramento no processo de recirculação de água na empresa que atingiu o índice de 95,3%. Ribeiro também discorreu sobre as ações em desenvolvimento frente aos desafios da crise hídrica presente no país e destacou os projetos socioambientais da empresa, entre eles o projeto de educação ambiental “Xerimbabo”, os programas de área verde (viveiro de mudas, RPPN Usipa, recuperação de Mata Ciliar entre outros) e o programa “Caminhos do Vale”, com seus indicadores e resultados. O seminário conta com o patrocínio da Usiminas e reúne representantes de mais de 20 países da Américas e Caribe. A ação faz parte das preparações para o 8º Fórum Mundial da Água previsto para ocorrer em Brasília no próximo mês de março.

FSFX inaugura nova unidade do Usifamília em Ipatinga

Postado em 21-02-18 às 10h17

- Com estrutura para atender até 30 mil vidas, local oferecerá ampla assistência e prestação de serviços no modelo de Atenção Primária  -

 

Ampliando a assistência e prestação de serviços para os beneficiários da região do Vale do Aço, a Fundação São Francisco Xavier e a operadora Usisaúde inauguram mais um local para atendimento do programa Usifamília. Localizada à av. Selim José de Sales 1084, bairro Canaã, a nova unidade ofertará consultas clínicas, ginecológicas e acompanhamento de pré-natal, além de procedimentos como citologia oncótica, colposcopia e lavagem otológica.

 

Com capacidade para atender até 30 mil vidas e realizar 7.700 consultas, a estrutura possui uma área construída de 614,9 m2, com 14 consultórios - dois deles pediátricos - e uma sala de medicações. Tem também um auditório, onde serão realizados os encontros dos grupos da promoção da saúde e duas salas administrativas. Trata-se da terceira unidade Usifamília criada no Vale do Aço, regionalizando ainda mais o atendimento aos clientes.

 

Para este projeto, a Fundação investiu R$ 920 mil em equipamentos e adequação da infraestrutura, que agora emprega 67 profissionais. No Canaã, integram a equipe médicos generalistas (clínico), pediatra, ginecologista/obstetra, além de profissionais multidisciplinares como farmacêutico, nutricionista, enfermeiro e técnico de enfermagem. Cada profissional possui papel bem definido dentro da equipe, ao mesmo tempo em que compartilham responsabilidades comuns junto aos pacientes, garantindo uma linha de cuidado coordenada, integrada e focada na prevenção de doenças, cativando o paciente, envolvendo a família no consultório e reduzindo desperdícios.

 

“A Fundação busca sempre oferecer aos beneficiários, um cuidado em saúde de melhor qualidade. Queremos descentralizar os serviços, sem perder a sinergia da instituição. O novo local complementa nosso fluxo de atendimento, com toda a comodidade e conforto da assistência prestada”, destaca Luís Márcio Araújo Ramos, diretor executivo da FSFX.

 

Usifamília

O Usifamília permite os atendimentos dos pacientes por uma mesma equipe em um mesmo lugar, possibilitando maior espaço para o diálogo. “O programa foi inspirado no modelo de Atenção Primária de Cambridge Health Alliance (CHA), de Boston (EUA). A vantagem deste programa é permitir que profissionais qualificados se aprofundem no diagnóstico e no conhecimento das condições de vida do paciente e sua família, realizando uma melhor gestão da saúde”, explica Marcelo Gouvea Teixeira, superintendente de Planos de Saúde da FSFX.

 

Além da nova unidade, outras duas oferecem atendimento exclusivo a esta modalidade do plano: uma no bairro Ideal e outra, inaugurada no último mês de novembro, em Timóteo. No Canaã, os agendamentos poderão ser realizados pelo telefone 0800 28 30 040 (opção 5), e o  local funcionará de segunda a sexta, das 7h30 às 19h, e aos sábados das 7h30 às 12h.

 

As pessoas interessadas em adquirir o plano Usifamília podem entrar em contato pelo 0800 283 0040 ou comparecer nos postos de atendimento do Usisaúde no centro de Ipatinga, no Hospital Márcio Cunha ou em Timóteo.

 

Se for já beneficiário Usisaúde e deseja migrar para esta modalidade, basta ir pessoalmente a um dos postos de atendimento.

“Teresa e as Cores” é atração da próxima semana no Festival de Verão Vale do Aço

 

Espetáculo autoral de músicos da UFMG estreia em Ipatinga no dia 1º de março

Um musical que reúne música erudita, contemporânea, popular e ritmos afro-mineiros em canções autorais inéditas dará o tom do espetáculo “Teresa e as Cores”, que estreia no dia 1º de março (quinta-feira), às 20h, no Teatro do Centro Cultural Usiminas, em Ipatinga.  O espetáculo integra a programação do Festival de Verão Vale do Aço 2018 e conta com o patrocínio do Hotel Dom Henrique e Restaurante Baía Cabrália, de Timóteo, Elevaço e Studio M7, de Coronel Fabriciano, e apoio da Escola de Música da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

“Teresa e as Cores” instiga a convivência entre o “popular” e o “erudito” e estimula a formação de público para produção autoral da cena musical mineira. Com 60 minutos de duração, a performance traz uma orquestra/banda formada por instrumentistas ligados à música erudita e popular da UFMG, além de intervenções teatrais e audiovisuais.

Para o diretor artístico do espetáculo, Pedro Gontijo, a arte se justifica onde o humano não basta. “O espetáculo leva para o palco questões como essa e se firma como uma intervenção em um diálogo que, às vezes, tem esquecido os próprios artistas: o do contato da arte original com a sociedade”, frisa Gontijo.

Repertório

As músicas interpretadas em “Teresa e as Cores” são originadas do projeto homônimo do diretor artístico, que também compositor e idealizador do espetáculo, e conta com a direção geral do intérprete e produtor Lucas Pereira, ambos músicos da Escola de Música da UFMG. O espetáculo levará ao palco oito músicas autorais: “Estandarte”, “Isabelas”, “Anoitecer” e “Pietá”, compostas por Gontijo, e “Foz”, de autoria de Pereira.

“O espetáculo nasceu da vontade de fazer um projeto de música autoral e de composições existentes do Pedro. Trata-se de uma construção colaborativa em que músicos se unem à atrizes e artistas visuais para a fusão de um show multimidiático, explorando performances cênico-musicais”, detalha Lucas Pereira.

Sorteio

O incentivo aos músicos locais, como forma de atender à demanda existente por novos criadores, voltados para o processo colaborativo de criação musical, também está entre os objetivos de “Teresa e as Cores”. Sob essa ótica, a produção do espetáculo vai sortear a gravação de uma música no Estúdio M7, de Coronel Fabriciano. Concorre ao prêmio quem comprar o ingresso, curtir e compartilhar os posts do espetáculo no Facebook. A comunidade tem o mesmo nome do espetáculo “Teresa e as Cores” (facebook.com/teresaeascores/).

SERVIÇOS

Espetáculo “Teresa e as Cores” - Música e performance teatral

Festival de Verão Vale do Aço de 2018

1º de março (quinta-feira), 20h, Teatro do Centro Cultural Usiminas

Ingressos promocionais (R$ 15,00) até duas horas antes do espetáculo à venda na bilheteria do Teatro do Centro Cultural Usiminas e no site www.eventim.com.br.

Página 1 de 53