Folha do Comércio

Você está aqui: Vale do Aço Ipatinga

Ipatinga

Campanha da Consul já premiou 46 clientes e sorteará 2 carros zero km no dia 31 de janeiro

Postado em 02-01-18

É ano novo e a Consul segue com sua promoção multi sazonal que até o momento já premiou 46 clientes e irá sortear dois automóveis Renault Kwid zero quilômetro no dia 31 de janeiro. Para adquirir o cupom e concorrer aos veículos é necessário pelo menos uma compra no valor mínimo de R$100,00 e ser um cooperado Consul. Caso não seja, a pessoa pode se tornar de maneira rápida e prática em qualquer loja Consul, estando apto não apenas a concorrer aos carros mas a receber todos os benefícios da cooperativa.

A cada R$100,00 em compras (em qualquer uma das quatro lojas Consul no Vale do Aço), o cliente recebe um cupom para concorrer ao carro e outro aos demais brindes que vão desde vale-compras a utensílios domésticos, kits de cama, mesa e banho, entre outros. Os sorteios dos brindes estão sendo realizados semanalmente, todas as sextas-feiras, cada dia em uma das lojas Consul, premiando 7 participantes, um referente a cada dia da semana.

“Estamos bastante empolgados com esta campanha, pois nossos clientes estão mais felizes e satisfeitos. Quem ainda não garantiu seus cupons venha logo, pois as chances são reais. Quem sabe não será você o ganhador de um dos carros”, convida o presidente da cooperativa Matusalém Sampaio.

Seminário Mineiro de Humanização e Pastoral da Saúde em Ipatinga

A saúde é um estado de bem-estar conjunto de corpo e mente. Se há um desequilíbrio em um, o outro tende a não funcionar corretamente. Um corpo sadio sustenta um emocional sadio e vice-versa. Pensando nesses princípios, a Fundação São Francisco Xavier (FSFX), por meio da equipe multidisciplinar do Hospital Márcio Cunha (HMC), promove 33° seminário Mineiro de Humanização e Pastoral da Saúde. O intuito do evento é trazer uma série de palestras e atividades em convergência com o tema desse ano, “Cuidando da saúde física e emocional do nosso voluntário”.

Na manhã de sábado,11, a partir das 8h, no Teatro Zélia Olguin, no bairro Cariru, em Ipatinga, os voluntários se reúnem para, em vez de cuidarem de outras pessoas, tomarem algum tempo para cuidarem de si mesmos. Entre os principais temas abordados no evento, está a inteligência emocional, conceito de psicologia que utiliza o autoconhecimento, controle de emoções e automotivação em prol da estabilidade e bem-estar, na palestra “Inteligência Emocional no Trabalho Voluntário”. A programação ainda inclui explanações com profissionais da fisiologia, psicologia e ortopedia, além de uma dinâmica em grupo. Depois do almoço e das atividades programadas para a tarde, por volta das 16h45, os voluntários e colaboradores participarão de uma missa, ministrada pelo bispo emérito Dom Odilon.

“Ações como esta são indispensáveis para os voluntários da Pastoral da Saúde, como uma maneira de recompensá-los por seu altruísmo e trabalho duro em prestar assistência religiosa, independente da crença, em momentos de fragilidade física”, ressalta a supervisora de Assistência Multidisciplinar, Maria Inês Romano Teixeira.

Pastoral da Saúde

Entendendo a importância do amparo religioso em momentos de enfermidade, o grupo de voluntários da Pastoral da Saúde, com mais de 200 integrantes, doa parte do seu tempo e presta auxílio aos acamados. No dia a dia do Hospital, o trabalho dessas pessoas é visitar os internos, ouvindo-as e servindo-lhes de companhia.

“O trabalho da Pastoral da Saúde tem como objetivo levar aos pacientes e acompanhantes momentos de religiosidade, apoio e reflexão, respeitando sua crença. São pessoas, na grande maioria com muita experiência de vida, que doam parte do seu tempo para auxiliar o próximo”, destaca Bruno Nunes Ribeiro, gerente corporativo de Assistência Ambulatorial, Atenção Domiciliar e Multidisciplinaridade. Antes de participar do grupo, todos os voluntários se submetem a treinamentos com a equipe do HMC, sobretudo do Serviço Social e Controle de Infecção Hospitalar.

As atuações desses grupos são diversas. Na maternidade, por exemplo, onde mães esperam o momento ideal do nascimento do bebê, os voluntários ensinam e acompanham a preparar peças em tricô, crochê e bordado. As peças vão para o enxoval do recém-nascido. Durante o parto, as doulas, selecionadas pela experiência e perfil adequados, incentivam as mães durante o trabalho de parto. Na pediatria, acompanham atividades de leitura e pintura com as crianças. Também há grupos da Pastoral que atuam no Centro de Terapia Renal Substitutiva (CTRS), Unidade de Oncologia e Oncologia Pediátrica; e Cuidados Paliativos.

 

Escola Vilma de Faria conhece o núcleo de reabilitação do Cebus

Ipatinga - Na sexta-feira,10, os alunos e professores da Escola Municipal Vilma de Faria Silva irão conhecer o núcleo de reabilitação do Centro de Biodiversidade da Usipa. O exercício será efetuado por meio do Projeto de Visita Monitorada Zoo – PROGEA.

A escola localizada no bairro Vila Militar, em Ipatinga, visitará o Cebus com cerca de 90 alunos, sendo 45 na parte da manhã e a outra metade à tarde, que irão entender o funcionamento da reabilitação de animais realizada pelo zoo, em parceria com IEF, ARPAVA e Polícia de Meio Ambiente.

“As crianças ouvem falar muito sobre tráfico de animais, maus tratos e outros temas relacionados à fauna, e aqui terão a oportunidade de ver na prática as consequências destes crimes e de ações danosas como desmatamentos, incêndios, entre outros. É uma complementação do trabalho educativo desenvolvido pelo PROGEA”, afirma a bióloga do Cebus, Claudia Diniz.

O Projeto

A ação procura atender a uma demanda da Polícia de Meio Ambiente que desenvolve na região o PROGEA, Programa de Educação Ambiental que atende escolas do Vale do Aço. Organizadas pelos responsáveis pelo Programa, as visitas são realizadas as quintas e sextas-feiras e oferecidas de forma gratuita, sempre com acompanhamento de monitor (estagiário ou voluntário). Todas as Ações do PROGEA são custeadas com recursos advindos das transações penais encaminhados pela Promotoria de Meio Ambiente para a ARPAVA, ONG do Vale do Aço apoiadora das ações do CEBUS e PROGEA

Projeto “Entre Grades e Sonhos” promove a ressocialização e inclusão social das detentas do Ceresp

Iniciativa faz parte de um conjunto de ações idealizadas e articuladas pela Rede Colaborativa de Voluntariado do Vale do Aço

No próximo dia 24 de novembro, às 20h, na Faculdade de Medicina de Ipatinga, acontecerá o “Encontro Beneficente de Corais” cujo objetivo é lançar oficialmente o projeto “Entre Grades e Sonhos – O resgate é possível”.

A iniciativa faz parte de um conjunto de ações idealizadas e articuladas pela Rede Colaborativa de Voluntariado do Vale do Aço. O comitê de apoio e humanização do sistema prisional, responsável pela campanha é composto por representantes do Lions, Rotary, Programa Mãos que Ajudam da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, UNICEV Capelania, AMO – Associação Missão Ômega, dos Conselhos de Segurança Pública – CONSEPs, do Conselho da Comarca de Ipatinga, Fiemg RVA, MGS – Movimento dos Gays, Lésbicas e Simpatizantes e voluntários da comunidade.

“A ideia surgiu durante os encontros de mobilização do Dia V, articulados e apoiados pela FIEMG Regional Vale do Aço, após os integrantes inquietarem-se com as condições de trabalho dos agentes penitenciários e da situação do sistema prisional de Ipatinga, escolhendo como foco de ação social, as mulheres privadas de liberdade do  CERESP de Ipatinga, que somam hoje cem mulheres com diversas necessidades”, justifica a coordenadora do Programa Mãos que Ajudam, Cleonice Moura.

Nessa perspectiva, a partir de diversos encontros com a rede colaborativa desenhou-se o projeto “Entre Grades e Sonhos – O resgate é possível”, que engloba além de campanhas de doação de produtos de higiene pessoal, uma conjugação de esforços para expandirem o trabalho voluntário para além da doação material e pontual, oportunizando a doação afetiva de tempo e talentos de voluntários nas diversas áreas que possam contribuir para elevar a auto estima, aumentar o capital social, intelectual e cultural das detentas, além de sensibilizar governos e sociedade civil para uma cultura de humanização e ressocialização com  oportunidades educativas e laborais, enquanto recolhidas no sistema prisional.

Já o encontro de corais conta com o apoio e participação dos Corais Unileste, FSFX, Gente Nossa, Coro Mórmon, Corais da Igreja Assembleia de Deus de Timóteo – Vozes de Betel e Conjunto Vencedores com Cristo e da Banda de Música da APAC de Caratinga. A organização técnica do evento está a cargo do maestro Everson Salazar, que já desenvolve projetos sociais no Vale do Aço com a Big Band Encantando Vidas, em APACs, Presídios e Clínicas de Reabilitação.

De acordo com Patrícia Barbosa, consultora de projeto social da FIEMG, o projeto é uma resposta clara à sociedade em como os voluntários são atentos e fortes nas atitudes que envolvem causas que lhes motivem.

“Durante todo o ano os voluntários trabalham organizadamente e se dispõe a transformar a realidade de muita gente que esteja em vulnerabilidade ou na compreensão de melhoria da qualidade de vida. Diversas ações serão desenvolvidas nesse projeto e todos são convidados a participar abraçando a causa da ressocialização e inclusão social”.

A Consultora acrescenta: “A Fiemg já atua nas APACs com capacitação para o trabalho via Escola Móvel Sesi/Senai, apoiando o Instituto Minas Pela Paz e promovendo junto aos empresários, a oportunidade de contratação de regressos do sistema prisional”, reforça.

A campanha de arrecadação de produtos de higiene pessoal que serão doados às detentas do CERESP Ipatinga permanecerá em 2018. Serão aceitos: papel higiênico, shampoo e condicionador, sabonete branco, creme dental (tubo), escova de dente, desodorante em creme, prestobarba de uma lâmina e absorvente.

Interessados em conhecer melhor o projeto e obter mais informações, poderão entrar em contato através do Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Doação arrecadada pela Aciapi e CDL de Ipatinga é entregue para Apirva

Quase 130 litros de leite foram doados para a Associação de Portadores de Insuficiência Renal do Vale do Aço (Apirva), nesta quinta-feira,09,. O alimento foi arrecadado pela Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e de Prestação de Serviços de Ipatinga (Aciapi) junto à Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Ipatinga, durante a  palestra "Reforma Trabalhista" realizada na sede das entidades, no dia 27 de outubro.

A entrega das caixas de leite longa vida foi realizada pelos presidentes da Aciapi e CDL, Cláudio Zambaldi e José Carlos de Alvarenga para a presidente da Apirva, Marisa Souza Neves Rosa e tesoureira, Denise Saade de Andrade.

A Apirva será a entidade filantrópica homenageada deste ano como Destaque na Comunidade, no III Jantar Empresarial. A Aciapi e CDL de Ipatinga apoiam os trabalhos assistenciais desenvolvidos pela a associação e reconhece a relevância da atuação na cidade de Ipatinga e em todo o Vale do Aço.

A entidade desenvolve trabalho assistencial aos pacientes portadores de insuficiência renal e familiares. A instituição não possui convênios com o Poder Público e sobrevive, unicamente, de doações.

Para a presidente da Apirva, a parceria com a Aciapi e CDL de Ipatinga é de extrema valia. “É uma ajuda incomparável. Nosso trabalho é todo voluntário e vivemos de doação. Portanto, são estas parcerias com demais entidades e comunidade que ajudam a nos manter. Além das doações nós promovemos eventos e o brechó”, destaca a presidente.

Os pacientes assistidos pela Apirva praticam a pintura no pano de prato durante o tratamento de hemodiálise. Eles também recebem cestas básicas e medicamentos. As representantes destacaram que qualquer doação, seja de produtos ou mão de obra, é bem-vinda.

A Apirva está localizada na rua Belo Oriente, nº 840, bairro Bela Vista (próximo ao E. E. Maurílio Albanese Novaes). A entidade está aberta de segunda a sexta-feira, de 08h às 11h30 e de 13h às 17h. O telefone é 3823-4593.

 

Página 6 de 44