Folha do Comércio

Você está aqui: Vale do Aço Ipatinga

Ipatinga

“AMM nos Municípios” promete movimentar Ipatinga

A oitava edição do projeto de interiorização “AMM nos Municípios – Encontro nas Macrorregiões” acontece na quinta-feira, 9, em  Ipatinga.  O evento será promovido na Faculdade de Direito de Ipatinga (FADIPA),reunindo gestores, servidores públicos, parlamentares para participarem de um dia de discussão política local e conhecimento sobre os principais aspectos da administração pública.

As inscrições ainda podem ser feitas virtualmente, acessando o Portal AMM.

“Queremos um movimento de capacitação dos gestores locais, e de interlocução e união dos agentes políticos na construção de um municipalismo mais forte”, explica o presidente da AMM e prefeito de Moema, Julvan Lacerda.

Sobre o AMM nos Municípios

Por meio deste projeto idealizado pela Associação Mineira de Municípios (AMM), os gestores e servidores públicos das cidades do interior de Minas Gerais – que nem sempre podem estar na sede em Belo Horizonte – têm a oportunidade de participar das atividades da Associação para reivindicarem ações e, juntos, buscarem soluções e mais desenvolvimento, principalmente aos pequenos municípios.

Além do debate que reúne gestores municipais e autoridades do cenário político estadual, o “AMM nos Municípios – Encontros nas Macrorregiões” também conta com palestras de especialistas em gestão pública para qualificação e capacitação dos participantes.

O projeto tem como parceiros o Crea-Minas, Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCE-MG), Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MP-MG), o Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (TJMG), o Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Cidades e de Integração Regional (Secir/Subsecretaria de Integração Regional) e da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), o COSEMS MG, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), o Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (TJMG), e apoio institucional da Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais (ALMG), da Confederação Nacional de Municípios (CNM), da Rede Minas de Televisão e das Associações Microrregionais da região.

Conheça Ipatinga

Com uma população estimada em 261 mil habitantes, Ipatinga é o décimo município mais populoso do Estado mineiro. Localizado exatamente no local em que as águas do rio Piracicaba se encontram com o rio Doce, sua área se localiza a leste da capital do estado, distando desta cerca de 200 km. O atual prefeito do município é Sebastião Quintão.

Tradições culturais como o artesanato e o congado das comunidades rurais se fazem presentes no município, bem como atrativos recreativos, a exemplo do Parque Ipanema, do Shopping Vale do Aço e da Usipa. Além do turismo na área urbana, Ipatinga também é um dos principais acessos para a Serra dos Cocais, localizada na cidade vizinha de Coronel Fabriciano e para o Parque Estadual do Rio Doce, situada entre os municípios de Timóteo, Marliéria e Dionísio.

Confira as próximas edições do “AMM nos Municípios”

9 de novembro: das 8h às 17h na FADIPA (Rua João Patrício Araújo, 195, Bairro Veneza, Ipatinga, MG).

17 de novembro: Catuti – Norte.

1° de dezembro: Guimarânia – Alto Paranaíba.

Usisaúde realiza Pesquisa de Satisfação

Operadora de saúde busca a excelência na prestação de serviços

Para que uma empresa possa crescer ela precisa primeiramente reconhecer os seus erros e acertos para então mudar e melhorar. É assim com a operadora de planos de saúde Usisaúde. Neste mês, a Usisaúde está realizando uma Pesquisa de Satisfação para conhecer o grau de satisfação dos clientes em relação ao plano médico e odontológico.

A Pesquisa de Satisfação é realizada a cada dois anos, tendo a última sendo feita em 2015, obtendo um percentual de satisfação de 74% dos entrevistados. A Pesquisa é realizada por telefone. A Expertise, empresa contratada para realização da pesquisa, liga para os clientes, identifica-se e realiza a pesquisa que é feita com clientes com idade a partir dos 18 anos.

Para Elaine Andrade Silva Vieira, gerente de Relacionamento com Clientes, a expectativa é superar o índice de satisfação do ano anterior. “Nós estamos esperando superar o resultado de 2015 considerando todas as melhorias que fizemos no relacionamento com os nossos clientes. Ampliamos as funcionalidades do nosso portal, fortalecemos  a rede credenciada em todas as regiões, melhoramos o acesso à consultas e exames e disponibilizamos agora o aplicativo do Usisaúde. Acreditamos que, tudo isso, vai impactar de forma positiva na percepção do Cliente em relação à Usisaúde e melhorar seu nível de satisfação”, afirma Elaine.

Gestores da FSFX visitam Instituto Humanitas na Itália

A convite do presidente do grupo Ternium/Techint no Brasil, Paolo Bassetti, os superintendentes Mauro Oscar de Souza Lima e Adriana Leite Quintela da Fundação São Francisco Xavier estiveram na Itálila para conhecer o Humanitas Hospital, expoente europeu em saúde e pesquisa.

Localizado nas cidades de Milão e Bérgamo, o grupo possui um hospital geral com um perfil semelhante ao Hospital Márcio Cunha: multiespecialidade, alta complexidade e que atende sistema público e privado. A visita foi uma oportunidade de conhecer as práticas e estabelecer um acordo de cooperação técnica entre a Humanitas e a Fundação.

“Além de confirmar o padrão assistencial e de gestão lá praticados, este encontro nos proporcionou diversas oportunidades e insights que aplicaremos aqui imediatamente”, ressalta o superintendente do Mauro Oscar. No velho continente, o superintendente foi acolhido por Dr. Gian Luca Mondovi e pelo CEO do grupo Humanitas, Ivan Colombo. “Na ocasião, também apresentamos a eles a estrutura e história da FSFX, compartilhando semelhanças e diferenças entre os sistemas de saúde italiano e brasileiro”, explica.

Segundo a superintendente de Gestão, Adriana Leite, está dentro do planejamento estratégico da FSFX a diretriz de estabelecer convênio com hospitais internacionais de classe mundial. “O Instituto, além da proximidade entre os dois países, possui tantas similaridades conosco que nos sentimos confortáveis em estabelecer essa parceria que será uma linha direta com o primeiro mundo”, declara.

Conforme as projeções, para ela, uma parceria entre as duas instituições pode se tornar uma realidade em breve, com foco, inicialmente, nas áreas de cardiologia e oncologia. “Nosso objetivo é firmar uma parceria tanto nas áreas assistenciais quanto nas de ensino e pesquisa”, conclui.

O Grupo Techint e a Humanitas

Na Itália, o Grupo Techint atua no setor de cuidado à saúde por meio do Instituto Clínico Humanitas e o grupo Humanitas que promove, implementa e gerencia iniciativas de cuidado à saúde, pesquisa e ensino. O Grupo inclui o hospital voltado a pesquisa e ensino - Instituto Clínico Humanitas (ICH), perto de Milão, construído pela Techint, e uma série de hospitais particulares em Milão, Bérgamo, Turim, Catânia e Castellanza (Varese). Em 2014, a Humanitas fundou uma universidade médica internacional integrada com o hospital próximo à Milão com métodos didáticos inovadores.

 

CIPALAM reúne colaboradoras e familiares na conscientização sobre o Câncer de Mama.

Finalizando as comemorações do Outubro Rosa, a Cipalam – indústria e Comércio de Laminados Ltda, promoveu um evento em que reuniu além de suas colaboradoras, mães, esposas, irmãs e filhas de colaboradores em prol da conscientização e da prevenção do Câncer de Mama. Pelo segundo ano consecutivo, a empresa realizou o Chá das Mulheres CIPALAM – Outubro Rosa, que neste ano recebeu cerca de 250 pessoas.

Para o Diretor Presidente da Cipalam, Edilar Luciano Vitali Alves, a promoção social e a integração dos colaboradores e familiares é de extrema relevância para a empresa, bem como para disseminar a informação e a cultura da prevenção entre as funcionárias e familiares. “O evento tem esse viés da informação e da conscientização, promover o conhecimento sobre a doença e todos os cuidados e diagnósticos, mostra que a empresa se preocupa não apenas com o bem-estar de seus colaboradores, mas também com as suas famílias. ”

O Chá das Mulheres CIPALAM – Outubro Rosa contou com uma palestra do Médico da Unidade de Oncologia do Hospital Márcio Cunha, Dr. Antônio Olavo, bem como com o depoimento pessoal da Presidente do Grupo de Apoio e Prevenção ao Câncer – Se Toque, Gioconda Tomaz.

O evento também ofereceu as familiares e colaboradoras um espaço de beleza com studio de maquiagem, espaço para massagem, design de sobrancelhas entre outros atrativos voltados para o cuidado pessoal e autoestima. As crianças participantes do Instituto Raimundo Anício (Projeto Social da Cipalam) ainda abrilhantaram o evento com apresentações de Judô e um musical especial dedicado ao Outubro Rosa.

 

Novembro Azul: os homens no foco da prevenção!

Estar em dia com a saúde é um dos fatores mais importantes ligados à longevidade e qualidade de vida. Mas, na prática, muitas pessoas não levam esta máxima a sério, negligenciando bons hábitos de prevenção em seu dia a dia, sendo os homens os que mais engrossam esta realidade. Assim, Fundação São Francisco Xavier e o Hospital Márcio Cunha deram início às suas ações de adesão ao Novembro Azul, campanha criada para alertar sobre as prevenções do câncer de próstata.

Segundo tipo mais comum no mundo, atrás apenas do câncer de pele, a doença evolui lentamente e os sintomas são percebidos somente quando já se está em estágio avançado, dificultando o tratamento. Segundo o Ministério da Saúde, as projeções para 2017 é que mais de 60 mil novos casos serão descobertos.

A maneira mais eficaz para a descoberta do câncer de próstata no estágio inicial é por meio da prevenção, ou seja, anualmente ao consultar com o urologista, serão realizados os exames necessários para cada caso, incluindo o toque retal e a dosagem no sangue do marcador PSA. Este rastreamento é recomendado para os homens acima dos 50 anos. Esta idade reduz para 45 anos quando o indivíduo possui familiares de primeiro grau com diagnóstico de câncer de próstata (pai ou irmão) e para indivíduos da cor negra. Quando o diagnóstico é realizado precocemente, o câncer de próstata pode ser eliminado e o paciente considerado curado em mais de 90% dos casos. Por questões culturais e de preconceito, em média, homens fazem consultas preventivas 30% a menos que as mulheres e 60% deles já chegam ao serviço de atendimento médico com doenças em estágio avançado.

O médico oncologista Luciano do Souza Viana alerta para a importância de se desconstruir esta realidade. “O cuidado com a saúde é um tabu para os homens, logo é importante realizar os exames necessários conforme cada caso, incluindo o toque retal. Um diagnóstico precoce permite maior chance de cura com menor risco de efeitos colaterais e menos sequelas relacionadas ao tratamento. É importante reforçar que o paciente deve procurar uma unidade básica de saúde, onde será avaliado por um médico clínico, que vai fazer o pedido do exame de sangue e o toque retal. Caso seja necessário, o profissional vai encaminhar esse paciente para um especialista, o urologista, para dar prosseguimento à investigação da doença”, descreve o médico.

Sintomas e tratamento

Quando em estágio avançado, o câncer de próstata por apresentar os seguintes sintomas:

- Aumento da frequência da vontade de urinar (de dia e também à noite);

- Sensação de esvaziamento incompleto da bexiga;

- Fluxo urinário fraco ou interrompido;

- Sangue na urina ou no líquido seminal;

- Disfunção erétil;

- Dor nos ossos do quadril, nas costelas, na coluna, nos ombros ou em outros ossos;

- Fraqueza ou dormência nas pernas ou pés.

A maioria desses problemas é provavelmente provocada por outras condições clínicas, além do câncer. Dessa forma, é importante manter o médico informado sobre qualquer um desses sintomas para que a causa seja diagnosticada e, se necessário, iniciado o tratamento.

Este se dá, usualmente, por cirurgia (prostatectomia radical) ou radioterapia com ou sem hormonioterapia. “Isso depende do estágio de cada paciente, mas a estratégia da unidade oncológica do Hospital Márcio Cunha é proporcionar um atendimento multidisciplinar, moderno e humanizado”, explica o radio-oncologista do Hospital Márcio Cunha Bernardo Gouvea de Souza Lima.

As duas principais técnicas aplicadas no hospital são a Radioterapia de Intensidade Modulada (IMRT) e a Radioterapia Conformacional 3D (3D-RT). Ambos utilizam de alta tecnologia para aplicar doses de radiação altamente localizadas. “Essas técnicas proporcionam um maior controle local e poupam estruturas próximas, minimizando os efeitos colaterais do tratamento”, finaliza Bernardo Gouvea.

Como surgiu o Novembro azul

Originalmente, a campanha surgiu na Austrália, em 1999. Um grupo de amigos teve a ideia de deixar o bigode crescer durante todo o mês de novembro como apoio à conscientização da saúde masculina e arrecadação de fundos para doação às instituições de caridade. E também em comemoração ao 17/11, Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata.

Trazido para o Brasil pelo Instituto Lado a Lado pela Vida, em parceria com a Sociedade Brasileira de Urologia, o Novembro Azul ainda está crescendo e, assim como no Outubro Rosa, há a bela iluminação de pontos turísticos. Diversas celebridades e instituições apoiam a campanha e muitos eventos são criados para espalhar informação e arrecadar dinheiro para a causa. Com toda essa iniciativa, hoje a Campanha Novembro Azul faz parte do calendário nacional de prevenções.

 

Página 8 de 44