Folha do Comércio

Você está aqui: Vale do Aço

Hospital São Francisco abre inscrições para Programa de Especialização Médica 2018

- Com 43 vagas em 12 especialidades médicas, programa tem inscrições abertas até o dia 4 de dezembro -

Ribeirão Preto, novembro de 2017 – O Hospital São Francisco de Ribeirão Preto (SP), pertencente ao Grupo São Francisco, anuncia a data para inscrições no Programa de Especialização Médica 2018. O processo seletivo, que será dividido em duas etapas, selecionará 43 médicos em 12 especialidades médicas diferentes para aprimoramento e formação profissional. Com início previsto para 2 de fevereiro de 2018, o programa tem duração de dois anos e aceita candidatos de todo o País.

“Temos observado um crescente interesse na procura pelo programa de especialização do hospital. Só em 2017, recebemos mais de 300 inscrições”, afirma Prof. Fernando Nobre, coordenador dos Programas de Estágio do Hospital São Francisco de Ribeirão Preto, que complementa “a diversidade dos candidatos, que vem de todo o País, é algo que agrega muito para o programa. Nosso objetivo é contribuir para a formação profissional e humana desses médicos, para lidarem com os mais diferentes desafios”.

As vagas estão divididas nas seguintes especialidades: Anestesiologia (8 vagas), Cardiologia (5 vagas), cirurgia e traumatologia buco-maxilofaciais (2 vagas), Cirurgia Geral (4 vagas), Cirurgia Vascular (2 vagas), Clínica Médica (8 vagas), Coloproctologia (2 vagas), Medicina Intensiva – UTI (6 vagas), Ortopedia (3 vagas), Tratamento da Dor (2 vagas) e Urologia (1 vaga).

Processo seletivo

O processo seletivo será dividido em duas partes. Na primeira, que será realizada no dia 9 de dezembro em Ribeirão Preto, haverá a aplicação de prova de conhecimentos gerais em Medicina. Já a segunda etapa será realizada em data a ser definida pelos preceptores de cada área específica da especialização escolhida pelo candidato.

As informações referentes aos pré-requisitos de cada área, bem como as orientações quanto ao processo seletivo, podem ser acessadas no link: http://www.saofrancisco.com.br/especializacoes/

Serviço

Programa de Especialização Médica Hospital São Francisco 2018

Data para inscrição: de 25/10/2017 até 04/12/2017

Inscrições: http://www.saofrancisco.com.br/especializacoes/

Sobre o Grupo São Francisco

Com mais de 70 anos de história, o Grupo São Francisco é um dos maiores grupos de saúde do Brasil. Composto pelo Hospital São Francisco, principal hospital particular de alta complexidade de Ribeirão Preto e região; São Francisco Saúde, 4ª maior operadora de medicina de grupo do País; São Francisco Odontologia, que está entre as duas melhores operadoras  de planos odontológicos do País; São Francisco Resgate, líder nacional de resgate rodoviário e a São Francisco Saúde Ocupacional, o Grupo dispõe de atendimento multidisciplinar, planejado para oferecer mais conforto e bem-estar aos seus pacientes.

Para mais informações, acesse o site: http://www.saofrancisco.com.br

Câmara aprova projeto que autoriza acordo entre PMT e Aperam referente ao IPTU

A Câmara de Timóteo se reuniu na noite de segunda-feira,06, em sessão extraordinária, para apreciar o projeto de lei n° 4.085, de 06/11/17, que “autoriza a conciliação e transação entre o município de Timóteo e a Aperam América do Sul S/A nos termos que especifica e dá outras providências”, de autoria do Executivo Municipal. O projeto teve aprovação unânime e segue para segunda votação e redação final na próxima quinta-feira (09/11), às 14 horas.

Com a aprovação do projeto, o município de Timóteo fica autorizado a celebrar o acordo firmado junto à Aperam para o pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) dos anos de 2016 e 2017, que totaliza R$22.680.297,94 (vinte e dois milhões, seiscentos e oitenta mil, duzentos e noventa e sete reais e noventa e quatro centavos).

Conforme o acordo, o saldo devido pela empresa ao município será pago em três parcelas.

Impasse

Durante a discussão do projeto, o presidente da Câmara de Timóteo, Adriano Alvarenga, lembrou do impasse envolvendo a negociação do IPTU, que teve início na gestão do então prefeito Keisson Drumond. Alvarenga participou das negociações entre Aperam e Administração, que culminaram com a celebração do acordo. “Não era necessário haver essa queda de braço. Tão logo o prefeito Geraldo Hilário assumiu, iniciaram-se as tentativas de chegarem a um acordo. Fico feliz em ter participado das negociações como presidente do Legislativo e ter contribuído para que essa situação tivesse um desfecho satisfatório para ambas as partes”, comentou.

Opinião compartilhada pelo vereador Professor Diogo. Para ele, o diálogo foi fundamental para dar fim ao impasse. “Não é do nosso interesse que a Aperam e nem a nossa cidade sejam prejudicadas. Hoje a Câmara cumpre seu papel de aprovar este projeto que viabilizou uma solução para essa situação que já vinha se arrastando há muito tempo, e isso só foi possível por meio do diálogo”, ponderou.

Entenda

A aprovação do projeto põe fim a um impasse entre a Aperam e o município de Timóteo, no que se refere ao pagamento do IPTU de 2016 e 2017, devidos pela empresa. Por não concordar com o valor cobrado pelo município, a Aperam questionou judicialmente a base de cálculo do IPTU relativos aos imóveis de sua propriedade, alegando ser inconstitucional. Apesar de ainda não haver decisão judicial, a empresa e a Administração Pública chegaram a um acordo, que culminou com o PL 4.085 aprovado na reunião de ontem pelos vereadores.

“AMM nos Municípios” promete movimentar Ipatinga

A oitava edição do projeto de interiorização “AMM nos Municípios – Encontro nas Macrorregiões” acontece na quinta-feira, 9, em  Ipatinga.  O evento será promovido na Faculdade de Direito de Ipatinga (FADIPA),reunindo gestores, servidores públicos, parlamentares para participarem de um dia de discussão política local e conhecimento sobre os principais aspectos da administração pública.

As inscrições ainda podem ser feitas virtualmente, acessando o Portal AMM.

“Queremos um movimento de capacitação dos gestores locais, e de interlocução e união dos agentes políticos na construção de um municipalismo mais forte”, explica o presidente da AMM e prefeito de Moema, Julvan Lacerda.

Sobre o AMM nos Municípios

Por meio deste projeto idealizado pela Associação Mineira de Municípios (AMM), os gestores e servidores públicos das cidades do interior de Minas Gerais – que nem sempre podem estar na sede em Belo Horizonte – têm a oportunidade de participar das atividades da Associação para reivindicarem ações e, juntos, buscarem soluções e mais desenvolvimento, principalmente aos pequenos municípios.

Além do debate que reúne gestores municipais e autoridades do cenário político estadual, o “AMM nos Municípios – Encontros nas Macrorregiões” também conta com palestras de especialistas em gestão pública para qualificação e capacitação dos participantes.

O projeto tem como parceiros o Crea-Minas, Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCE-MG), Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MP-MG), o Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (TJMG), o Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Cidades e de Integração Regional (Secir/Subsecretaria de Integração Regional) e da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), o COSEMS MG, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), o Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (TJMG), e apoio institucional da Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais (ALMG), da Confederação Nacional de Municípios (CNM), da Rede Minas de Televisão e das Associações Microrregionais da região.

Conheça Ipatinga

Com uma população estimada em 261 mil habitantes, Ipatinga é o décimo município mais populoso do Estado mineiro. Localizado exatamente no local em que as águas do rio Piracicaba se encontram com o rio Doce, sua área se localiza a leste da capital do estado, distando desta cerca de 200 km. O atual prefeito do município é Sebastião Quintão.

Tradições culturais como o artesanato e o congado das comunidades rurais se fazem presentes no município, bem como atrativos recreativos, a exemplo do Parque Ipanema, do Shopping Vale do Aço e da Usipa. Além do turismo na área urbana, Ipatinga também é um dos principais acessos para a Serra dos Cocais, localizada na cidade vizinha de Coronel Fabriciano e para o Parque Estadual do Rio Doce, situada entre os municípios de Timóteo, Marliéria e Dionísio.

Confira as próximas edições do “AMM nos Municípios”

9 de novembro: das 8h às 17h na FADIPA (Rua João Patrício Araújo, 195, Bairro Veneza, Ipatinga, MG).

17 de novembro: Catuti – Norte.

1° de dezembro: Guimarânia – Alto Paranaíba.

Projeto leva atendimento tributário gratuito a pessoas de baixa renda

- Serviço, realizado em parceria com o Estado, por meio da Secretaria de Fazenda (SEF), é prestado por estudantes de Ciências Contábeis de universidades mineiras -

Quem ganha até três salários mínimos por mês e não tem condições de contratar um contador para solucionar questões tributárias e contábeis nos âmbitos federal, estadual e municipal pode procurar um Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal Integrado (NAF Integrado) para resolver o problema gratuitamente.

Em Minas Gerais, o serviço é oferecido pela PUC Minas e também pela Faculdade Senac-Contagem, por meio de parceria com o Governo de Minas Gerais, via Secretaria de Estado de Fazenda (SEF), a Receita Federal do Brasil, as prefeituras municipais e o Centro Regional da Escola de Administração Fazendária (Centresaf/MG).

Além de auxiliar a população de baixa renda, o NAF Integrado promove o intercâmbio de experiências e conhecimentos técnicos e científicos entre o Fisco e a comunidade acadêmica. Desse modo, propicia aos alunos noções de tributação, orçamento e cidadania fiscal, além de contribuir com a sua formação profissional, a partir de uma vivência prática da assistência contábil-fiscal.

O auxiliar administrativo, Kener Alexandre da Silva, de 30 anos, procurou a unidade da PUC Minas - Coração Eucarístico - para saber se pessoas com deficiência possuem algum tipo de benefício ao comprar um veículo. “Soube que tenho direito e eles me deram todas as orientações sobre os procedimentos que devo seguir”, afirma.

Além de tirar dúvidas, o contribuinte também pode buscar apoio para solucionar problemas ainda mais complexos. É o caso de Maria de Lourdes Alves, de 64 anos. Há 18 anos, ela e o marido encerraram as atividades da empresa que mantinham, mas não deram baixa junto aos órgãos competentes. Hoje, o casal não tem condições de quitar a dívida.

“Meu marido tem Alzheimer. Vivemos com um salário mínimo do benefício assistencial ao idoso que ele recebe. Não temos dinheiro para pagar um contador. Fiquei sabendo que na faculdade poderiam nos ajudar de graça. Agora, eles estão estudando o nosso problema para tentar resolvê-lo”, diz Maria de Lourdes, que procurou o auxílio do NAF da Faculdade Senac-Contagem.

Impulso na carreira

O NAF Integrado também funciona como uma espécie de laboratório para capacitação profissional dos estudantes que, supervisionados por professores, realizam o atendimento ao público, colocando em prática o que aprenderam em sala de aula.

Na PUC Minas, a participação dos alunos se dá por meio de estágio supervisionado no quinto e sexto períodos do curso de Ciências Contábeis. O projeto foi implantado em setembro de 2016. Somente no primeiro semestre deste ano, foram realizados 185 atendimentos nas duas unidades.

De acordo com a coordenadora dos núcleos do Coração Eucarístico e Barreiro, professora Fátima Maria Drumond, a maioria dos estagiários possui renda familiar baixa e é bolsista do Programa Universidade para Todos (Prouni). “O projeto é uma oportunidade para impulsionar a carreira desses alunos quando eles ingressarem no mercado de trabalho”, frisa.

A aluna Patrícia Louzada, de 37 anos, tem deficiência auditiva e faz estágio na unidade do Coração Eucarístico. “Muitas empresas não contratam pessoas com deficiência porque acham que não somos capazes de executar bem as funções, o que não é verdade. A experiência no NAF tem contribuído para meu crescimento pessoal e profissional e, certamente, vai acrescentar muito à minha carreira”, conta.

Ação itinerante

Na Faculdade Senac-Contagem, o projeto faz parte da grade curricular do sexto e sétimo períodos. Segundo o professor Márcio de Souza e Silva, coordenador da disciplina, as principais dúvidas dos contribuintes são relacionadas à abertura de empresas individuais, regularização de CPF e cálculo do Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação de Quaisquer Bens ou Direitos (ITCD).

“O serviço tem sido procurado, inclusive, por moradores de outras cidades. No início do próximo ano, vamos promover uma ação itinerante em parceria com a SEF e com a Receita Federal. A ideia é reunir estudantes, professores e técnicos para tirar dúvidas dos contribuintes. Em Belo Horizonte, o evento será na Praça da Estação e, em Contagem, na Praça da Cemig”, ressalta.

Expansão

O NAF Integrado faz parte do Programa Nacional de Educação Fiscal (PNEF) em Minas. “O serviço é uma oportunidade para refletir a questão social por meio da educação fiscal”, avalia Luiz Antônio Zanon, gestor do Programa de Educação Fiscal Estadual (Proefe).

A expectativa é de que o número de universidades que oferecem esse tipo de atendimento no estado aumente ainda mais. Segundo Zanon, o curso de Ciências Contábeis da Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg) do campus de Abaeté, no Território Central, vai implantar o projeto, que deve integrar a grade curricular a partir de 2018.

Na capital, a perspectiva é ainda melhor. “Há outras faculdades no município que possuem o serviço, mas apenas no âmbito da Receita Federal. Recentemente, algumas nos procuraram com o objetivo de ampliar o projeto e oferecer atendimento sobre questões tributárias estaduais também”, destaca Maria do Céu Moutinho, responsável, na Receita Federal, pela coordenação do NAF em Belo Horizonte.

Usisaúde realiza Pesquisa de Satisfação

Operadora de saúde busca a excelência na prestação de serviços

Para que uma empresa possa crescer ela precisa primeiramente reconhecer os seus erros e acertos para então mudar e melhorar. É assim com a operadora de planos de saúde Usisaúde. Neste mês, a Usisaúde está realizando uma Pesquisa de Satisfação para conhecer o grau de satisfação dos clientes em relação ao plano médico e odontológico.

A Pesquisa de Satisfação é realizada a cada dois anos, tendo a última sendo feita em 2015, obtendo um percentual de satisfação de 74% dos entrevistados. A Pesquisa é realizada por telefone. A Expertise, empresa contratada para realização da pesquisa, liga para os clientes, identifica-se e realiza a pesquisa que é feita com clientes com idade a partir dos 18 anos.

Para Elaine Andrade Silva Vieira, gerente de Relacionamento com Clientes, a expectativa é superar o índice de satisfação do ano anterior. “Nós estamos esperando superar o resultado de 2015 considerando todas as melhorias que fizemos no relacionamento com os nossos clientes. Ampliamos as funcionalidades do nosso portal, fortalecemos  a rede credenciada em todas as regiões, melhoramos o acesso à consultas e exames e disponibilizamos agora o aplicativo do Usisaúde. Acreditamos que, tudo isso, vai impactar de forma positiva na percepção do Cliente em relação à Usisaúde e melhorar seu nível de satisfação”, afirma Elaine.

Gestores da FSFX visitam Instituto Humanitas na Itália

A convite do presidente do grupo Ternium/Techint no Brasil, Paolo Bassetti, os superintendentes Mauro Oscar de Souza Lima e Adriana Leite Quintela da Fundação São Francisco Xavier estiveram na Itálila para conhecer o Humanitas Hospital, expoente europeu em saúde e pesquisa.

Localizado nas cidades de Milão e Bérgamo, o grupo possui um hospital geral com um perfil semelhante ao Hospital Márcio Cunha: multiespecialidade, alta complexidade e que atende sistema público e privado. A visita foi uma oportunidade de conhecer as práticas e estabelecer um acordo de cooperação técnica entre a Humanitas e a Fundação.

“Além de confirmar o padrão assistencial e de gestão lá praticados, este encontro nos proporcionou diversas oportunidades e insights que aplicaremos aqui imediatamente”, ressalta o superintendente do Mauro Oscar. No velho continente, o superintendente foi acolhido por Dr. Gian Luca Mondovi e pelo CEO do grupo Humanitas, Ivan Colombo. “Na ocasião, também apresentamos a eles a estrutura e história da FSFX, compartilhando semelhanças e diferenças entre os sistemas de saúde italiano e brasileiro”, explica.

Segundo a superintendente de Gestão, Adriana Leite, está dentro do planejamento estratégico da FSFX a diretriz de estabelecer convênio com hospitais internacionais de classe mundial. “O Instituto, além da proximidade entre os dois países, possui tantas similaridades conosco que nos sentimos confortáveis em estabelecer essa parceria que será uma linha direta com o primeiro mundo”, declara.

Conforme as projeções, para ela, uma parceria entre as duas instituições pode se tornar uma realidade em breve, com foco, inicialmente, nas áreas de cardiologia e oncologia. “Nosso objetivo é firmar uma parceria tanto nas áreas assistenciais quanto nas de ensino e pesquisa”, conclui.

O Grupo Techint e a Humanitas

Na Itália, o Grupo Techint atua no setor de cuidado à saúde por meio do Instituto Clínico Humanitas e o grupo Humanitas que promove, implementa e gerencia iniciativas de cuidado à saúde, pesquisa e ensino. O Grupo inclui o hospital voltado a pesquisa e ensino - Instituto Clínico Humanitas (ICH), perto de Milão, construído pela Techint, e uma série de hospitais particulares em Milão, Bérgamo, Turim, Catânia e Castellanza (Varese). Em 2014, a Humanitas fundou uma universidade médica internacional integrada com o hospital próximo à Milão com métodos didáticos inovadores.

 

CIPALAM reúne colaboradoras e familiares na conscientização sobre o Câncer de Mama.

Finalizando as comemorações do Outubro Rosa, a Cipalam – indústria e Comércio de Laminados Ltda, promoveu um evento em que reuniu além de suas colaboradoras, mães, esposas, irmãs e filhas de colaboradores em prol da conscientização e da prevenção do Câncer de Mama. Pelo segundo ano consecutivo, a empresa realizou o Chá das Mulheres CIPALAM – Outubro Rosa, que neste ano recebeu cerca de 250 pessoas.

Para o Diretor Presidente da Cipalam, Edilar Luciano Vitali Alves, a promoção social e a integração dos colaboradores e familiares é de extrema relevância para a empresa, bem como para disseminar a informação e a cultura da prevenção entre as funcionárias e familiares. “O evento tem esse viés da informação e da conscientização, promover o conhecimento sobre a doença e todos os cuidados e diagnósticos, mostra que a empresa se preocupa não apenas com o bem-estar de seus colaboradores, mas também com as suas famílias. ”

O Chá das Mulheres CIPALAM – Outubro Rosa contou com uma palestra do Médico da Unidade de Oncologia do Hospital Márcio Cunha, Dr. Antônio Olavo, bem como com o depoimento pessoal da Presidente do Grupo de Apoio e Prevenção ao Câncer – Se Toque, Gioconda Tomaz.

O evento também ofereceu as familiares e colaboradoras um espaço de beleza com studio de maquiagem, espaço para massagem, design de sobrancelhas entre outros atrativos voltados para o cuidado pessoal e autoestima. As crianças participantes do Instituto Raimundo Anício (Projeto Social da Cipalam) ainda abrilhantaram o evento com apresentações de Judô e um musical especial dedicado ao Outubro Rosa.

 

Novembro Azul: os homens no foco da prevenção!

Estar em dia com a saúde é um dos fatores mais importantes ligados à longevidade e qualidade de vida. Mas, na prática, muitas pessoas não levam esta máxima a sério, negligenciando bons hábitos de prevenção em seu dia a dia, sendo os homens os que mais engrossam esta realidade. Assim, Fundação São Francisco Xavier e o Hospital Márcio Cunha deram início às suas ações de adesão ao Novembro Azul, campanha criada para alertar sobre as prevenções do câncer de próstata.

Segundo tipo mais comum no mundo, atrás apenas do câncer de pele, a doença evolui lentamente e os sintomas são percebidos somente quando já se está em estágio avançado, dificultando o tratamento. Segundo o Ministério da Saúde, as projeções para 2017 é que mais de 60 mil novos casos serão descobertos.

A maneira mais eficaz para a descoberta do câncer de próstata no estágio inicial é por meio da prevenção, ou seja, anualmente ao consultar com o urologista, serão realizados os exames necessários para cada caso, incluindo o toque retal e a dosagem no sangue do marcador PSA. Este rastreamento é recomendado para os homens acima dos 50 anos. Esta idade reduz para 45 anos quando o indivíduo possui familiares de primeiro grau com diagnóstico de câncer de próstata (pai ou irmão) e para indivíduos da cor negra. Quando o diagnóstico é realizado precocemente, o câncer de próstata pode ser eliminado e o paciente considerado curado em mais de 90% dos casos. Por questões culturais e de preconceito, em média, homens fazem consultas preventivas 30% a menos que as mulheres e 60% deles já chegam ao serviço de atendimento médico com doenças em estágio avançado.

O médico oncologista Luciano do Souza Viana alerta para a importância de se desconstruir esta realidade. “O cuidado com a saúde é um tabu para os homens, logo é importante realizar os exames necessários conforme cada caso, incluindo o toque retal. Um diagnóstico precoce permite maior chance de cura com menor risco de efeitos colaterais e menos sequelas relacionadas ao tratamento. É importante reforçar que o paciente deve procurar uma unidade básica de saúde, onde será avaliado por um médico clínico, que vai fazer o pedido do exame de sangue e o toque retal. Caso seja necessário, o profissional vai encaminhar esse paciente para um especialista, o urologista, para dar prosseguimento à investigação da doença”, descreve o médico.

Sintomas e tratamento

Quando em estágio avançado, o câncer de próstata por apresentar os seguintes sintomas:

- Aumento da frequência da vontade de urinar (de dia e também à noite);

- Sensação de esvaziamento incompleto da bexiga;

- Fluxo urinário fraco ou interrompido;

- Sangue na urina ou no líquido seminal;

- Disfunção erétil;

- Dor nos ossos do quadril, nas costelas, na coluna, nos ombros ou em outros ossos;

- Fraqueza ou dormência nas pernas ou pés.

A maioria desses problemas é provavelmente provocada por outras condições clínicas, além do câncer. Dessa forma, é importante manter o médico informado sobre qualquer um desses sintomas para que a causa seja diagnosticada e, se necessário, iniciado o tratamento.

Este se dá, usualmente, por cirurgia (prostatectomia radical) ou radioterapia com ou sem hormonioterapia. “Isso depende do estágio de cada paciente, mas a estratégia da unidade oncológica do Hospital Márcio Cunha é proporcionar um atendimento multidisciplinar, moderno e humanizado”, explica o radio-oncologista do Hospital Márcio Cunha Bernardo Gouvea de Souza Lima.

As duas principais técnicas aplicadas no hospital são a Radioterapia de Intensidade Modulada (IMRT) e a Radioterapia Conformacional 3D (3D-RT). Ambos utilizam de alta tecnologia para aplicar doses de radiação altamente localizadas. “Essas técnicas proporcionam um maior controle local e poupam estruturas próximas, minimizando os efeitos colaterais do tratamento”, finaliza Bernardo Gouvea.

Como surgiu o Novembro azul

Originalmente, a campanha surgiu na Austrália, em 1999. Um grupo de amigos teve a ideia de deixar o bigode crescer durante todo o mês de novembro como apoio à conscientização da saúde masculina e arrecadação de fundos para doação às instituições de caridade. E também em comemoração ao 17/11, Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata.

Trazido para o Brasil pelo Instituto Lado a Lado pela Vida, em parceria com a Sociedade Brasileira de Urologia, o Novembro Azul ainda está crescendo e, assim como no Outubro Rosa, há a bela iluminação de pontos turísticos. Diversas celebridades e instituições apoiam a campanha e muitos eventos são criados para espalhar informação e arrecadar dinheiro para a causa. Com toda essa iniciativa, hoje a Campanha Novembro Azul faz parte do calendário nacional de prevenções.

 

Preparados para o mercado

Instituto do Inox forma mais uma turma de Operador Siderúrgico

A noite de terça-feira,31, foi marcada pela tríplice comemoração promovida no teatro da Fundação – 73 anos da Aperam South America, 23 anos do Centro Cultural da Fundação Aperam Acesita e 20 anos do Instituto do Inox, que acaba de formar mais duas turma de operadores siderúrgicos.

O curso, iniciado em julho deste ano, contou com a participação de 52 alunos, “um grupo que aceitou o desafio de investir no autodesenvolvimento e no crescimento profissional proposto pelo Instituto do Inox”, segundo observou o coordenador de projetos da Fundação, Fabiano Araújo.

Alciene Silva Soares Gonçalves (29), uma das formandas, disse que o curso veio acrescentar para ela novos conhecimentos, além de incrementar seu currículo, onde já constam formação em química e em metalurgia. “A cada curso que concluo vou ampliando minhas possibilidades de atuar em mais áreas. Entendo que o mercado requer profissionais mais qualificados e com conhecimentos em setores diversos. Por isso, é que vou me dedicando aos estudos”, disse a formanda.

O curso de Operador Siderúrgico foi implantado em 2014 para atender a necessidade do mercado que a tinha demanda por profissionais qualificados e não encontrava pessoas preparadas para operar processos e equipamentos siderúrgicos.

Pesquisas e análises de mercado nortearam o desenvolvimento do projeto com foco na Qualificação de Operadores Siderúrgicos. Tanto o diagnóstico quanto o projeto foram realizados pela Aperam South America, em parceria com a Gerência de Desenvolvimento de Recursos Humanos, Fundação Aperam Acesita e o Instituto do Inox.

Segundo observa o presidente da Fundação Aperam Acesita, Venilson Vitorino, a promoção e apoio a ações que visem à aprendizagem, a qualificação e o treinamento profissional é um dos principais compromissos que a Fundação mantém com a comunidade. Com destaque para as pessoas que buscam um espaço no mercado de trabalho. “O mercado tem buscado pessoas que se destacam e sejam protagonistas de suas respectivas carreiras. Por isso, vimos focando na formação de pessoas para enfrentar um mercado desafiador. Queremos ver nossos formandos fazendo a diferença no mercado de trabalho, se destacando entre os melhores.”

Participaram da cerimônia o Gerente de Desenvolvimento de Recursos Humanos, Paulo Henrique Muniz Raso, o coordenador de RH da Promover – Recursos Humanos, Silas da Silva e o gerente da área do Recozimento Inicial de aço inox da Aperam South America Árysson Penna de Alcântara.

Página 7 de 34